SINO DA PAZ

Postado por Norma Villares





Por ocasião da inauguração do "Sino da Paz" em Brasília, Pierre Weil foi convidado, apesar de não ter comparecido, fez o seu discurso de agradecimentos:

"Hoje é um dia muito especial e simbólico nesta conjuntura mundial e nacional em que a própria violência se torna sadismo e crueldade em jovens e adultos. Poucas são as atividades humanas e grupos sociais que escapam das inúmeras agressões cotidianas. A guerra entrou nos nossos lares, entrou na própria gente, pois, como o expressa um lema da UNESCO, as guerras nascem no espírito dos homens, logo é no seu espírito que devem ser erguidos as defesas da Paz.

Na mesma hora em que se realiza esta cerimonia, numa celebração paralela o governador CRISTOVAM BUARQUE está inaugurando a Praça de Gaudino, o Índio cruelmente incendiado por jovens irresponsáveis.

Muitos podem se perguntar para que inaugurar um Sino da Paz? O que adianta isto diante da complexidade da situação do mundo, do Brasil?

O Sino é o mais antigo e tradicional instrumento de comunicação. Haja no mundo muitos sinos a nos lembrar, a todo instante que precisamos cultivar paz, amor, harmonia, plenitude, beleza e verdade. O sino está aí, para nos lembrar tudo isto, através da profundidade da sua vibração. O Sino da Paz pode pois ser poderoso instrumento de apoio às medidas interdisciplinares indispensáveis à resolução do grande problema da violência.

A idéia do Sino da Paz, nasceu no Japão, terra de Hiroshima e Nagasaki, para lembrar ao mundo que: "bomba atômica, nunca mais!". Quero aqui agradecer o senhor Tomijiro Yoshida, Presidente da Internacional Peace Bell Association, por te confiado a administração do Sino do Brasil, à UNIPAZ, terceira Universidade da Paz do mundo, depois de Tóquio e Costa Rica. A sugestão foi do Senhor embaixador, Ex-governador do Distrito Federal, Ministro José Aparecido de Oliveira, idealizador da UNIPAZ, que acaba de mandar a seguinte mensagem:


MENSAGEM
"Esteja certo de que aqui em Portugal saberei ouvir, com os ouvidos da alma, o toque do Sino da Paz de Tóquio, que anunciará, na cerimônia ecumênica de 27 de abril, a alegria e as esperanças de nossa cidade de Brasília, na qual a UNIPAZ há de permanecer como um dos marcos mais significativos da geografia espiritual da querida capital de nosso país".

O ideal da Paz, entendido não apenas como a ausência da guerra mas sim como a garantia de condições que permitam o pleno desenvolvimento espiritual e material do ser humano, é uma das mais arraigadas e nobres aspirações da Humanidade. A constante busca de sua realização é, assim, dever de todos, sobretudo daqueles que as circunstâncias colocaram na condição de governantes.

Esta mensagem consiste um verdadeiro apelo para a mobilização das forças políticas, administrativas e educacionais do país, para iniciar o esforço inter e transdisciplinar a qual me referi.

Aqui nesta UNIPAZ, que festeja este ano, o seu décimo aniversário, montamos uma série de métodos de Educação da Paz, um deles publicado pela UNESCO, e editado em seis línguas. Uma Campanha permanente de Educação para a Paz e Não Violência, o Programa Beija-Flor, conta com o apoio da Presidência da república e da UNESCO.

Como o afirma o Diretor Geral desta entidade das Nações Unidas, o Doutor Frederico Mayor, o Mundo está dominado por uma Cultura de Guerra e de Violência; é preciso transformá-la numa Cultura de Paz.

É nisto que estamos empenhados na Universidade da Paz de Brasília. Esta missão, é ainda mais complexa, se se considerar que o Brasil é uma Cultura de Paz, ameaçada pela Cultura de Violência no Mundo.

Aqui é a terra do mutirão, do jeitinho, do "deixa disto", da convivência harmoniosa de várias raças e culturas, da alegria da Escola de Samba e sobretudo do abraço.

O Brasil tem muitos abraços para exportar...

Pois, é na capital desta Cultura da Paz, na hora que se multiplicam os sinais da sua deterioração pela miséria, pela fome, pelo narcotráfico pelo crescimento demográfico, pela permanência de um paradigma de fragmentação que fez desmoronar valores espirituais na educação familiar e escolar, que surge este belo símbolo de Paz.

Comprometemo-nos a tocá-lo no início de cada curso ou evento de Paz realizado nesta Universidade, assim como no Dia das Nações Unidas e outros eventos mundiais de destaque.

A vibração do Sino da Paz em nossos corações, irá nos lembrar que precisamos despertar a Paz dentro de cada um de nós.

E AGORA UMA HISTÓRIA:

Era uma vez um Beija-Flor fugindo de um incêndio junto com todos os animais de uma floresta. Só que o Beija-Flor fazia uma coisa diferente: tomava gotas de água de um lago e as jogava no fogo. Um tatu, intrigado, perguntou:

"Beija-Flor, você acha que vai apagar o incêndio com estas gotas?" "Com certeza não!" respondeu o Beija-Flor. "Mas eu faço a minha parte..."

Se todos os cidadãos e educadores do Brasil fizerem a sua parte, podemos, unidos, contribuir para despertar a PAZ no coração dos homens

É o nosso voto o mais profundo, que cada um dos presentes, ao tocar o Sino da Paz ou ao ouvi-lo, se torne um beija-flor da Paz.
Pierre Weil

S A U D A D E S



Hoje faz um ano que esse Dragão da Paz fez a passagem, deixando uma lacuna na alma de cada ser humano que ele tocou com seus ensinamentos e sua simplicidade. Em todos os seus seminários ele encerrava com este cântico que elevava a alma para as dimensões sutis da Paz.





SHALON ALECHEM (Hebraico)
SHALON ALECHEM
SHALON SHALON
SHALON ALECHEM
SHALON ALECHEM
SHALON SHALON

SALAM ALECUM (árabe)
SALAM ALECUM
SALAM SALAM
SALAM ALECUM
SALAM ALECUM
SALAM SALAM

OM SHANTI (sânscrito)
OM SHANTI
OM SHANTI
OM SHANTI OM
OM SHANTI
OM SHANTI OM


PINAM PANI (Chinês)
PINAM PANI
PINAM PANI
PINAM PANI
PINAM PANI
PINAM PANI

MAY PEACE BE IN YOU (inglês)
MAY PEACE BE IN YOU
MAY PEACE BE IN YOU
MAY PEACE BE IN YOU
MAY PEACE BE IN YOU
MAY PEACE BE IN YOU

LA PAIX EN TOI (francês)
LA PAIX EN TOI
LA PAIX EN TOI
LA PAIX EN TOI
LA PAIX EN TOI
LA PAIX EN TOI

LA PAZ EN USTED (espanhol)
LA PAZ EN USTED
LA PAZ LA PAZ
LA PAZ EN USTED
LA PAZ EN USTED
LA PAZ LA PAZ

A PAZ EM VOCÊ (português)
A PAZ EM VOCÊ
A PAZ A PAZ
A PAZ EM VOCÊ
A PAZ EM VOCÊ
A PAZ A PAZ


Ele despede dizendo:


“Jogo a garrafa ao mar. Quem a encontrar que apanhe a mensagem nela contida e, se quiser, e achar oportuno e viável, beneficie a si mesmo e a própria humanidade. É esse o meu último voto.” Pierre Weil

Pierre, envolva-se na grandiosa Luz Divina, você que sempre foi luz e paz nos caminhos de muitos seres humanos.
Luz para Luz!








11 comentários:

  1. tereza ferraz disse...

    Querida Norma!
    Que presente Lindo vc nos ofereceu.
    Falava sobre Pierre Weil, é valoroso SEMPRE.
    Sou grata.
    Parabens pela postagem.
    E que muitos leiam e sintam
    bjs no coração

  2. Unknown man disse...

    Que coisa linda, Norma!!!!
    Me emocionei, novamente.
    A busca pela paz é sempre necessária pois a nossa serenidade interior também tem ligação com o mundo.
    Parabéns pelo post, minha linda amiga!!!

    Deixo em teu coração um beijo, de paz e gratidão.

    Uman

  3. Norma Villares disse...

    Tereza Unknown man, esse Dragão da Paz, deixou-nos o legado da paz interior e exterior.
    A vida deu um grande presente ao Brasil ao trazer Pierre Weil da França para nosso país, que ele amava tanta, como sua segunda pátria.
    Ele é valoroso SEMPRE.
    Sou grata também.
    Abraços ricos em paz

  4. Marcos Takata disse...

    Já se passaram um ano. Me lembro da linda homenagem que você fez pra ele por ocasião do falecimento dele.
    Muito lindo esse tributo a Piere.
    Namaste

  5. Norma Villares disse...

    É Marcos, passa rápido. Sempre estamos lembrando deste grande pilar da PAZ.
    Gratidão faz bem.
    Sublime abraços

  6. tereza ferraz disse...

    Amiga querida!
    Sim o Dragão da Paz...estar ao lado dele, era-é a ampliação no mais sentido momento que permanece.
    Bjs no coração.
    E que Muitos leiam esta bela homenagem!

  7. Hugo Cheng disse...

    Norma, que texto mto bonto, Pierre era especial, e esta música do final, em várias línguas.
    Eu tb fiquei emocionado.
    Om Shanti

  8. Lívia Luz disse...

    Esses seres humanos pacíficos ajudam muito o planeta. Eu também achei muito bonito esta homenagem, esta música é emocionante mesmo
    Beijo em seu coração

  9. Norma Villares disse...

    Hugo esses seres devolvem a esperança aos corações.

    Livia olá, com certeza ajudam muito a melhorar o planeta.
    Abraços pacíficos em vocês

  10. Sassá Luz disse...

    Que lindo, que música linda. Sempre iluminando nossas vidas. Beijinhossssssss

  11. Norma Villares disse...

    Sarinha linda, beijinhos linda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Caminheiros Evolutivos

Muito obrigada pela sua presença iluminada

Muito obrigada pela sua presença iluminada