METAPRINCÍPIOS - PLENA ATENÇÃO

Postado por Norma Villares



Encontramos a saída para desapegar através do SEGUNDO METAPRINCÍPIO, que aponta para uma meta-terapia, um princípio terapêutico inerente a todo processo terapêutico: a PLENA ATENÇÃO , que se traduz por Presença, estar conectado ao instante.

Existe uma pequena atenção, quando há uma concentração em algum aspecto da realidade, o que implica em resistir a todas as demais estimulações.

A plena atenção é derivada da qualidade noética, consciência da consciência.

O que Krishnamurti denominava de atenção sem escolha, um estado aberto e inclusivo de vigília. Toda transformação expressa esta conexão com o aqui-e-agora, o que caracteriza a saúde plena.

Uma pessoa saudável não é uma pessoa que não tem problemas; é uma pessoa que está atenta, a cada instante, aos problemas e às maravilhas do existir.

É uma atenção sem foco específico, um estado meditativo, sem tensão, sem concentração.

A patologia emana da desatenção. A plena atenção é uma função natural do despertar da kundalini, de acordo com psicologia hindu.

A palavra Buda deriva do sânscrito bodh, que significa desperto. Buda, portanto, é aquele que despertou plenamente para o real, que é o agora, o instante que nos nutre de tudo o que necessitamos.

É através da plena atenção aos apegos que se torna possível transcendê-los. Neste estado de atenção pura, deixamos de ser possuídos pela ilusão do passado e ficção do futuro, aptos a uma responsabilidade, uma habilidade de responder ao agora.

Eis um sermão de sabedoria crística:

Vigiai e orai!

Ontem, ouvindo a palestra de Jordan Campos, ele perguntou:
- Qual o dia inútil?

E ele conta, que alguém da platéia respondeu:
- O meu aniversário e Ano Novo.
Todos riram.

Ele respondeu: - O dia mais importante é o presente.

E eu completo, é o "aqui e agora". É estar conectado no instante, com o rico manancial da PLENA ATENÇÃO.

clica aqui Blog de Jordan Campos


Paz Profunda!

Referência bibliográfica:

Crema Roberto. Saíde e plenitude. Um caminho para o Ser. Editora Summus, 1995, 1ª edição, São Paulo-SP.

19 comentários:

  1. Jordan van der Zeijden Campos disse...

    Oi Norma, ontem a energia fluiu muito bem, amei. Prazer em te conhecer pessoalmente, que tenhamos outras e outras oportunidades. Que Deus ilumine seus passos.

  2. Rosan disse...

    Norma.
    É uma maravilha quando conseguinos esse aqui e agora.
    hoje já consigo me desligar totalmente do trabalho, quando não estou lá, e de casa quando no trabalho e isso me ajuda a realizar as tarefas co maior qualidade, pois estou a pensar naquilo, no momento e não no que foi, mas ainda por vezes penso no amanhã, tenho que aprender mais.
    não vou desistir
    Beijo.

  3. Norma Villares disse...

    Jordan, a energia fluiu com a plena atenção, no "aqui e agora". Foi muito bonita sua palestra. Muito obrigada por existir e partilhar conhecimentos. Abraços rico em luz

  4. Norma Villares disse...

    Rosan, é muito difícil ficar no "aqui e agora". O presente é o maior presente Cósmico. Mas desperdiçamos energia, ficando no passado e conjecturando acerda do futuro. O importante é que estamos esforçando para aprender. Desistir NUNCA! Abraços luminosos

  5. angela disse...

    nem amanhã, nem ontem, é ficar no hoje.
    beijos

  6. Maroca disse...

    É muito difícil ficar no presente, mais difícil a plena atenção. Seguindo o conselho do esforço, acredito que chegamos lá. Beijim

  7. Sassá Luz disse...

    O Budismo é a fonte deste ensinamento, é uma das nobres verdades. Abraços

  8. Norma Villares disse...

    Com certeza Sarah, o budismo tem uma rica literatura acerca do assunto. Obrigada. Abraços

  9. tereza ferraz disse...

    Grata Norma pela Presença.
    bjs no coração

  10. Norma Villares disse...

    Grata Tereza pela presença. Você é luz. Abraços

  11. Norma Villares disse...

    Sarah, trata-se de uma das nobres verdades do Budismo. Abraços

  12. Bya.moon disse...

    Tudo se faz no todo. Para o que Somos Todos.
    Belo....são muitas estradas...e caminho de hoje deste instante percorremos Todos.
    Abraços.

  13. Norma Villares disse...

    Criando a oportunidade para desapegar, precisamos aprender a lição da Plena Atenção. Obrigada pela visita e comentário. Abraços luminosos

  14. Zeni Glaeser disse...

    Sempre estamos vivendo no passado com o pensamento no futuro. è bom lembrar. Abraço

  15. JR disse...

    Ainda no domingo, eu estava comentando isso com minha filha .
    Ela as vezes está fazendo uma coisa e falando na outra e mais outra, que tem pra fazer ,acaba não fazendo nenhuma direito e perde a oportunidade da convivência com a vivencia.
    Eu tenho me treinado muito para estar presente no agora e quem me ajudou muito neste processo foi a yoga(hatha) que trabalha em estar presente no agora e não somente na hora.
    adorei tua matéria
    bjs

  16. Norma Villares disse...

    Obrigada Zeni pelo comentário. Todos agimos desta forma, com um pé no passado e olhos no futuro. Abraços

  17. Norma Villares disse...

    É muito treinamento, para aprender ficar no "aqui e agora". Realmente o Hatha Yoga ajuda muito. Muito obrigada JR pelo comentário e visita. Abraços

  18. Maria José disse...

    Tem uma música de Facundo Cabral que diz o seguinte:
    Não estás deprimido, estás distraído …
    Distraído em relação à vida que te preenche,
    Distraído em relação à vida que te rodeia,
    Golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios.
    Não caias como caiu teu irmão que sofre por um único ser humano, quando existem cinco mil e seiscentos milhões no mundo.
    Além de tudo, não é assim tão ruim viver só.
    Eu fico bem, decidindo a cada instante o que desejo fazer, e graças à solidão, conheço-me… o que é fundamental para viver.
    Não faças o que fez teu pai, que se sente velho porque tem setenta anos, e esquece que Moisés comandou o Êxodo aos oitenta e Rubinstein interpretava Chopin com uma maestria sem igual aos noventa, para citar apenas dois casos conhecidos.
    Não estás deprimido, estás distraído. Por isso, acreditas que perdeste algo, o que é impossível, porque tudo te foi dado. Não fizeste um só cabelo de tua cabeça, portanto não és dono de coisa alguma.
    E continua. Vale a pena lê-la por inteiro.

    Grande abraço.

  19. Norma Villares disse...

    Que linda música de Facundo Cabral! Realmente é tratado da mística.

    "Não estás deprimido, estás distraído …
    Distraído em relação à vida que te preenche,
    Distraído em relação à vida que te rodeia,
    Golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios.
    Não caias como caiu teu irmão que sofre por um único ser humano, quando existem cinco mil e seiscentos milhões no mundo.
    Além de tudo, não é assim"

    Muito bonito e profundo, Maria José. Na verdade nos perdemos nas distrações deste mundo material de tanto fascínio. Somos iludidos pelos olhos da matéria, das sensações... Até nos encontrarmos de novo, podemos ter perdido a vida.
    Agradeço pelo maravilhoso comentário. Abraços luminosos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Caminheiros Evolutivos

Muito obrigada pela sua presença iluminada

Muito obrigada pela sua presença iluminada