MESTRE LIU PAI LIN

Postado por Norma Villares


Neste turbilhão de informações, trilhando os caminhos em direção a compreensão clara da linguagem da alma, num Congresso Holístico em 1993 tive a dádiva de conhecer o Mestre Liu Pai Lin.

Noutra feita, participando de um seminário " Saúde e longevidade" realizado pela UNIPAZ e facilitado por ele, onde explicava sobre o 'I CHING VIVO', eu levei alguns dos meus livros para tirar dúvidas com ele, rsrsrsrs. Só rindo mesmo, pois no início do seminário, ele houvera dito: - O Mestre ensina o fácil, e deixa para o homem ensinar o complicado. O Mestre literalmente encarna a sabedoria.

E eu estava lá com as complicações hominais, com uma natureza sincera, mas recheada de intelectualidade, pois vivia a minha emergência espiritual de estar um matagal de ervas daninhas do conhecimento e esqueci de pisar no freio. E mostrei os livros e comecei a fazer mis perguntas.

Recebi um “PITO” do Mestre que disse:
- Eu ensino o ‘I Ching Vivo’. E aponto o dedo para a lua, você fica olhando para o dedo... sem compreender nada...
O símbolo não é o simbolizado, e como tal não pode ser confundido. Se acurar a vista para aquilo que o símbolo não é, talvez veja o que ele é. Ele é uma figura que indica uma intenção... Partindo do símbolo o ser humano poderá ou não encontrar o simbolizado. Ele é apenas a manifestação de uma parte de uma coisa e não da sua totalidade; nem com indício - que é apenas algo que aponta, leva ao conhecimento, como as nuvens que indicam chuva, etc.

Ele continuou a expor os seus ensinamentos com amor, pois conhecia as tramas da alma e o que se passava no interior de cada uma delas, num simples olhar. Esse simples senciente iniciou um novo roteiro de vida aos 70 anos e se dedicou a ensinar o Tai Chi Chuan, Ki Kong, Tui Na, o I Ching Vivo, a Medicina Tradicional Chinesa e outras... Morreu ensinando para que tivéssemos saúde e longevidade e a vida ficou mais suave depois que ele ensinou a viver na circulação do CHI.

Liu PAI Lin trás em seu nome a palavra PAI e na verdade ele tem a natureza arquetípica do 'Grande Pai' ele é sábio, generoso, compreensivo, saudável, longevo, vivaz, alegre e tem uma sensibilidade ao exercer com maestria a virtude de ensinar a iniciação aos mundos internos diretamente da alma.

Ao mestre Liu artista que me ensinou a linguagem da alma, um eterno agradecimento.


Mestre do TAO. Afirma-se que nas linhagens "TAOISTAS" as conquistas da longevidade, da saúde, da graciosida, da vivacidade do espírito e da espontaneidade são índices de compreensão do 'TAO' e de realização espiritual. E um mestre se conhece pela experiência pessoal corporificada no legado da tradição.
O Mestre Liu, aos noventa e poucos anos, era idoso, mas sem sinais visíveis de decrepitude: a pele e os músculos ainda firmes, as articulações e tendões flexíveis, os dentes em bom estado. Os olhos brilhantes transpareciam uma inteligência viva e rápida. Capaz de trabalhar por horas a fio como médico ou palestrante, aparentemente sem se esgotar. Parte de seu prestígio derivava daquilo que ele expressa constantemente pelo corpo."
O título de Mestre que Liu Pai Lin recebeu não se refere apenas ao seu trabalho de ensino ou ao grau de realização que atingiu nas práticas taoístas, é também um reconhecimento dado pelos mestres das linhagens a que pertence a quem assume de coração a missão de divulgar o conhecimento do TAO.

Mensagem para os jovens
No final de 1999 o Mestre Liu gravou a pedido da MTV uma vinheta com uma mensagem dirigida aos jovens, traduzida por Jerusha Chang.
Nesta mensagem ele fala da necessidade do jovem aprender a realizar três transformações:
• Transformar a violência em amor humanitário.
• Transformar a agitação em serenidade e espiritualidade.
• Transformar a vida curta em vida longa.

O mestre Liu Pai Lin fez a passagem no dia 3 de fevereiro de 2000, deixando milhares de díscipulos pelo mundo todo.

Sua díscipula Jerusha Chang deixa um depoimento:

TAO é seguir o caminho. Um sábio abandonou o tumulto do mundo.
O Mestre Liu Pai Lin partiu na luz dourada e retonou ao seio da grande Mãe.
Esta semente plantada e regada com tanto amor seguirá seus passos no TAO com fidelidade e lealdade na forma e no coração.
Nosso Mestre subiu a montanha e no caminho de volta ensinou os segredos da vida, da natureza e do ser humano, plantou sementes e lhes deu conhecimento, saúde e capacitação.
Ao Mestre eterno nossa eterna gratidão.

Saúde e Longevidade!

6 comentários:

  1. Rosan disse...

    Olá
    Eu tinha que ter conhecido esse mestre.
    Eu ainda preciso aprender a trocar agitação por serenidade, não o tempo todo, mas as vezes minha agitação toma conta de mim....
    Beijo.

  2. angela disse...

    OI
    Conheci Jerusa e fiz um ano de curso de Tui Na e de Tai chi Pai lin,por uns bons anos e agora faço meditação ativa de Osho, acho que temos algma coisa em comum em nosso caminho.
    abraços

  3. Norma Villares disse...

    Rosan, faça curso com Jerusha pois é discípula com muita similiaridade e fidedgnidade ao seu mestre. Procue encontrá-la. Obrigada pelo comentário

  4. Norma Villares disse...

    Angela, eu também fiz dois seminários com Jerusha, é uma discípula fiel do mestre Liu. E o Tai Chi dela é tão lindo quanto o Mestre Liu. A dança das espadas, ela parece que supera a lei da gravidade. Ela é maravilhosa, também foram anos a fios acompanhando Mestre por todo o planeta. Muito obrigada pelo comentário. Abraços

  5. JR disse...

    Oi Norma ,adorei teu condominio sutilmente informativo e pretendo continuar moradora do mesmo.
    obrigada pela oportunidade dada ,não só a mim como a tantos ,quantos se interessam pelo assunto.
    Abraços

  6. Norma Villares disse...

    Muito obrigada JR, visitarei sua casa também. Obrigada. Melhores abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Caminheiros Evolutivos

Muito obrigada pela sua presença iluminada

Muito obrigada pela sua presença iluminada