TRES HISTÓRIAS JUDAICAS

Postado por Norma Villares


A menor constituição do mundo

Um grupo de sábios judeus reuniu-se para tentar criar a menor Constituição do mundo. Se alguém fosse capaz de definir - no espaço de tempo que um homem leva para equilibrar-se em um só pé - as leis que deviam reger o comportamento humano, este seria considerado o maior de todos os sábios.
- Deus pune os criminosos - disse um.
Os outros argumentaram que isto não era uma lei, mas uma ameaça; a frase não foi aceita.
- Deus é amor - comentou outro.
De novo, os sábios não aceitaram a frase, dizendo que ela não explicava direito os deveres da humanidade.
Neste momento, aproximou-se o Rabino Hillel. E, colocando-se num só pé, disse:
- Não faça com seu próximo àquilo que você detestaria que fizessem com você; esta é a Lei. Todo o resto é comentário jurídico.
E o rabino Hillel foi considerado o maior sábio de seu tempo.


Tapando o sol com a mão

Um discípulo procurou o rabino Nahman de Braslaw:
- Não continuarei mais meus estudos dos textos sagrados - disse. - Moro numa pequena casa com meus irmãos e pais, e nunca encontro as condições ideais para concentrar-me no que é importante.
Nahman apontou o sol, e pediu que seu discípulo colocasse a mão na frente do rosto, de modo a oculta-lo. O discípulo fez isto.
- Sua mão é pequena, e no entanto conseguiu cobrir totalmente a força, a luz e a magestade do imenso sol. Da mesma maneira, os pequenos problemas conseguem lhe dar a desculpa necessária para não seguir adiante em sua busca espiritual.
"Assim como a mão tem o poder de esconder o sol, a mediocridade tem o poder de esconder a luz interior. Não culpe os outros por sua própria incompetência."


Parece muito óbvio

Perguntaram ao rabino Ben Zoma:
- Quem é sábio?
- Aquele que encontra sempre algo a aprender com os outros - disse o rabino.
- Quem é forte?
- O homem que é capaz de dominar a si mesmo.
- Quem é rico?
- O que conhece o tesouro que tem: seus dias e suas horas de vida, que podem modificar tudo que acontece a sua volta.
- Quem merece respeito?
- Quem respeita a si mesmo e ao seu próximo.
- Isto tudo são coisas óbvias - comentou um dos presentes.
- Por isso são tão difíceis de serem observadas - concluiu o rabino.

Cada vez que posto uma história, um conto, eu percebo os fios que ligam todas as religiões, e que existem muitos pontos comuns a toda elas, mas a humanidade ainda não está preparada para o ecumenismo religioso, não está preparada para o diálogo inter ou extra religioso.

Apenas desejo a PAZ e o BEM planetário.

Muita Luz pra todos.

6 comentários:

  1. Rosan disse...

    oi Norma,
    adorei o baner com a indicação do ESTMULOS, muito obrigada, de coração.

    se nós fizermos ao outro, somente oque gostariamos que nos fizecem... o mundo seria perfeito e estariamos nós em palnos bem mais elevados, um dia todos nós aprenderemos a fazer isso...
    as religiões tem muitos pontos em comum, mas em vez de se unirem, discutem e se acusam mutuamente, ainda n~~ao chegou o momento, mas penso que não tarda a chegar em que todos percebam de Deus é um só, em todas, e não há porque brigar....

    beijo de luz ♥♥

  2. angela disse...

    Muita luz para todos nós
    beijos

  3. Marcos Takata disse...

    Realmene os contos são lindos. Este fio que liga as religiões são iguais, mas o ecumenismo está muito longe aina.
    Beijo

  4. Marcos Takata disse...
    Este comentário foi removido pelo autor.
  5. Marcos Takata disse...
    Este comentário foi removido pelo autor.
  6. Maroca disse...

    Norminha,
    Contos lindos e verdadeiros.
    Gostei de tudo. Lindo.
    Beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Caminheiros Evolutivos

Muito obrigada pela sua presença iluminada

Muito obrigada pela sua presença iluminada